Como usar Link de Pagamento para vendas em redes sociais

Como usar Link de Pagamento para vendas em redes sociais
Por Paula Boeing

No últimos tempos, muita coisa mudou no mercado. Com isso, negócios tradicionais precisaram cada vez mais se adaptar às novas tecnologias e os novos negócios iniciar suas atividades com um plano bem traçado para essas frentes.

Uma das formas de trazer a sua empresa para o ambiente digital, é através das redes sociais. Essas ferramentas contribuem para uma comunicação direta com o cliente final, divulgando seu produto e criando um relacionamento entre marca e cliente. É através do seu Instagram, por exemplo, que o consumidor visualiza as fotos da sua loja, os lançamentos de produtos, tira dúvidas e, cada vez mais, faz pedidos e finaliza compras.

Criar esse espaço de troca, contribui para o reconhecimento da sua marca e também para uma nova forma de comercializar os seus produtos. E se você tem dúvidas de como finalizar uma venda pelas redes sociais, separei algumas dicas a seguir. Confira!

Como divulgar produtos nas redes sociais

Atualmente, ferramentas como Facebook e Instagram, já possuem a funcionalidade de cadastrar produtos e criar uma loja virtual dentro da própria plataforma. Dessa forma, você cadastra seus itens, adiciona descrição, valores, variações de cor e tamanho e pode marcar esses itens nas suas fotos ou enviar o link para seus clientes. Ao clicar em “comprar” o usuário é direcionado ou para o seu e-commerce ou para a sua caixa de entrada e pode te enviar uma mensagem.

É preciso ficar atento pois, diferente de um site exclusivo de vendas online, o Instagram e o Facebook não se responsabilizam pelas transações de vendas. Ou seja, eles não fornecem meios de pagamento para que a compra inicie e termine na plataforma. Embora o fechamento da compra fique em segundo plano, as redes sociais são um dos melhores meios para divulgar a sua loja.

Utilizando a ferramenta de Compras do Instagram, por exemplo, ao publicar uma foto você pode marcar os produtos presentes na imagem. Dessa forma, o seu público consegue ver o que você tem disponível e os valores desses itens. Se ele ficar interessado pode ir direto para a sua loja online finalizar a compra.

Não tenho loja online, e agora?

Se você ainda não possui um e-commerce próprio, não tem problema. Você pode configurar a sua loja nas redes sociais igualmente e finalizar o pedido via mensagem direta ou mesmo no WhatsApp Business.

O importante nesse caso é ficar atento para as novas mensagens que chegam na sua caixa de entrada. Evitar atrasos para resposta e, se possível, agendar mensagens automáticas podem auxiliar você na conversão desse cliente. A partir desse momento você precisa levar em consideração o seguinte dilema: as peças adquiridas serão enviadas via correios e/ou o cliente irá retirar o pedido na sua loja física?

Essa informação é importante para que um cliente de outra cidade não fique sem o produto que ele tanto deseja, caso você não realize o envio. Minha sugestão é que você verifique a disponibilidade da equipe para preparar e despachar esses pedidos. Isso inclui a compra de caixas, um período dedicado a embalagem e o estudo da logística, além é claro, de negociar o valor do envio durante a venda do produto. No site dos Correios, você consegue ter uma noção de quanto o serviço custará.

Como cobrar nas redes sociais?

Depois de divulgar seu produto e negociar a venda vem a última dúvida, como eu recebo por esse item?

Se o cliente irá retirar o pedido na sua loja, a venda pode ser feita direto no local, utilizando os meios que você cobra normalmente seus clientes. Isso é, dinheiro, crediário, maquininha de cartão ou outro método que você utiliza. O indicado é que as opções de pagamento já sejam informadas na hora da venda, ainda nas redes sociais. Informe as opções que ele possui, os possíveis descontos e a quantidade de vezes que ele pode parcelar aquele item. Essas informações parecem básicas, mas fazem bastante diferença e podem ser determinantes para o fechamento da venda.

Se a mercadoria for enviada para o cliente, é importante que o pagamento já tenha sido fechado antes. Dessa forma você tem certeza que não terá nenhum prejuízo durante a venda. Esse pagamento pode ser feito de diversas formas, como depósito ou transferência bancária, boleto e link de pagamento.

Link de pagamento: uma alternativa para vendas por redes sociais

O link de pagamento é um ótimo aliado caso você deseja vender pelas redes sociais. Utilizando essa ferramenta, você registra o valor da compra do cliente e gera um link para ele. Esse link você pode enviar pelo whastapp, e-mail ou direto nas mensagens das suas redes sociais.

O grande diferencial do link de pagamento é que com ele, é o seu cliente que seleciona a melhor forma para fechar aquele pedido. Ao receber o link, ele pode optar por finalizar o pedido via boleto ou no cartão de crédito, por exemplo. Muito semelhante com as opções que você já oferece na sua loja física.

Esse link para pagamento é gerado por uma plataforma à parte das redes sociais ou da sua loja online. Atualmente, no mercado já existem diversas opções que você pode utilizar, algumas inclusive, integram com o seu sistema de vendas, facilitando a emissão de documentos fiscais e a visualização dos pagamentos.

O link de pagamento é uma opção segura tanto para você, como para o seu cliente, além de ser simples para configurar. O único ponto de atenção é para a plataforma escolhida, pois para gerar o link, algumas cobram uma porcentagem pelo serviço. Minha sugestão é verificar qual tem as opções que melhor se encaixa com o seu negócio e já prever no valor do produto, essa porcentagem de cobrança.

Se você está pensando em tornar a sua loja física em digital, já sabe a importância das redes sociais e como elas podem ajudar você a crescer neste novo mercado. Descobrir como se reinventar nesse meio é essencial para continuar tendo sucesso!

 212 Total,  1 Hoje

Gostou do Post? Compartilhe 🙂